Páginas

Você já ouviu falar em copywriting?

Fazer uma venda acontecer, vai muito além de preço, pessoas esquecem do valor que pagaram em determinado produto, mas jamais se esquecem da forma que fora tratada, e sim isso tem muito a ver com o marketing online.

Se você é um afiliado, certamente enfrenta concorrência de dezenas, talvez centenas de outros, e como você pode convencer o potencial cliente a comprar justamente da sua oferta? Se suas vendas ainda não deslancharam? Eu sei o que pode estar faltando para você, está faltando você usar técnicas de persuasão no momento certo!

Vamos falar sobre copywriting ?

Se você jamais ouviu falar nessa palavra, pare suas campanhas de anúncios, pare de escrever seus artigos e pare até mesmo de gravar vídeos, enfim pare tudo!

O uso do copywriting pode fazer suas vendas aumentarem de uma hora para outra, mas isso não significa menos trabalho, aliás essa será sua maior dor de cabeça, o poder de convencimento nem sempre é fácil.

Empresas do mundo todo usam copywrinting em suas estratégias, cerca de 85% das vendas ocorrem assim, quebrando objeções.

Por dentro do copywrinting

Quando você recebe um potencial cliente em seu blog, anúncio ou até mesmo em seu vídeo, você precisa quebrar as objeções, ou simplesmente ele vai entrar por uma porta e sair pela outra, e é aí que entra a função do copywrinting que é ir de encontro e responder a dores da pessoa, eu sei que a sua ideia no final é vender, mas primeiramente você precisa criar um relacionamento com seu cliente, é vender sem que querer vender, para isso existem os gatilhos mentais que devem serem usados em cada fase que o cliente passar, seja por funil de e-mails, seja através de seus artigos ou vídeos.

Dica de ouro: Se você realmente quer no fim de tudo vender, eu recomendo que você conheça o seu potencial cliente da cabeça aos pés, e mais que isso, estude o suficiente, para montar ou encontrar o produto que resolva seus problemas, se você fazer isso e unir o uso de copywriting, ele vai tomar no fim a decisão que você tanto deseja que é realizar a compra.

Conhecendo alguns Gatilhos Mentais


Os gatilhos mentais são como poções mágicas! Elas atingem diretamente o psicológico, ou seja se bem feita, levará seu usuário a tomada de decisão.

Toda compra que qualquer ser humano realiza, inclusive você é decorrente de impulsos psicológicos, apresento a você alguns deles, aprovação social, reciprocidade, coerência escassez, autoridade e afinidade, você pode usar todas, não necessariamente nessa ordem.

Aprovação social
O produto que você escolheu, realmente é bom? Se sim, você está convocado a usar essa arma! Pessoas sentem dúvidas, se devem realmente comprar determinado produto, se tal produto vai sanar suas dores, e quando ouvem, ou lêem algo positivo para o que elas estão a procura, logo ficam motivadas e a tomada de decisão sofre uma influência.

Como usar: Você pode usar em e-mail marketing, talvez no 3º ou 4º disparo, e mostrar uma página, ou vídeos com relatos de pessoas que já estão começando a mudar de vida, usando o produto, isso certamente vai pesar na hora da compra ou não.

Reciprocidade
Esse gatilho é usado logo de cara e ocorre quando o usuário chega a alguma página de seu blog e influenciada por alguma chamada que dizia ganhar um “ebook” ou “vídeo aulas grátis” cadastra o e-mail em sua lista.

A partir de quando você oferece o prometido ebook, ou um conteúdo de qualidade! Você automaticamente ganha o respeito, e nós como bons seres humanos que somos, ganhamos um ponto positivo com nosso amigo, e agora ele está propenso a retribuir nosso favor.

Como usar: Como dissemos acima, arme a estratégia para usar no início e já ganhará o respeito e aproveite para somar um pontinho com seu usuário.

Coerência
Todos nós queremos evitar problemas, que tal se todos produtos que compramos pudéssemos devolver (e pode está em lei “Art. 49 do Código de Defesa do Consumidor - Lei 8078/90”), mas poder fazer isso online, sem pressão, apenas com poucos cliques, e sem dor de cabeça, quem é que não quer? Pois, bem essa é o gatilho da coerência, você oferece e deixa claro a possibilidade devolução, caso a pessoa não sinta que suas dores foram sanadas.

Como usar: Em sua página de divulgação do produto, você deixa claro a opção da pessoa ter seu dinheiro de volta, dentro de 7 ou 30 dias, dependendo do produto de divulgação é assim que funciona, caso ela não venha gostar do produto, essa é uma forma da pessoa se sentir mais confiante para realizar a compra.

Afinididade
Esse gatilho é muito poderoso, porém para utilizá-lo com sucesso é preciso conhecimento do mercado, mas do que isso, conhecimento das dores das pessoas, pois uma vez atacada a dor corretamente, logo o usuário irá se identificar. Pessoas compram através de indicações de amigos, uma vez você tendo a linguagem próxima, logo a conversão poderá vir.

Como usar: Como adiantamos, requer conhecimento profundo das dores dessa pessoa, uma vez você com a ficha levantada, você consegue montar um anúncio que se aproxima ao máximo da pessoa e ainda com o poder de solucionar o problema.

Autoridade
Pessoas tendem a confiar em quem é autoridade no assunto, elas compram de quem é referência.

Como usar: Se você está começando agora como afiliado, eu sei bem como é difícil construir uma marca, por isso você precisa escolher um produto de uma pessoa que já está consolidado no mercado.

Escassez
Esse gatilho trabalha com o prazo curto, ganhou notoriedade no comércio, é muito usado em datas comemorativas.

Como usar: Se você é um afiliado também poderá usar em lançamentos de produtos ou quando se encerra uma promoção ou um ciclo de funil por exemplo. Quem é que não gosta de pegar uma promoção pela metade do preço ou ainda uma vaga exclusiva.

Conclussão
Eu penso que os gatilhos são ótimas possibilidades para uma venda futura, mas precisa ser feita com responsabilidade, quando é feita de coração, com trabalho, dificilmente se tem falha, se você quer melhorar seus resultados como afiliado, vá em frente, você pode, você consegue!

Estudar é preciso, mas colocar a mão na massa é inevitável!